Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

        O projecto surgiu da vontade de trazer à escola antigos professores, aproveitando o seu conhecimento e as experiências vividas com os livros, para a promoção e desenvolvimento do gosto pela leitura. A ideia é mostrar aos jovens da nossa escola que é possível conciliar a leitura de um livro com todas as outras actividades, geralmente consideradas mais apelativas, e dar a si mesmos a possibilidade de descobrir que ler pode ser um prazer e não aquela obrigação chata, muitas vezes apenas porque é imposta. Os livros transportam-nos para outras dimensões, permitindo-nos viver outras vidas para além da nossa e construir um outro olhar sobre o mundo.

 
Inventar a vida
 
           Foi no âmbito deste projecto da Biblioteca que a professora Amélia Campos veio à nossa escola, no passado dia 29 de Outubro, apresentar biografias por si compiladas, recriadas, de Natália Correia e Ana Plácido.
“Inventar a vida” foi o título dado à sessão, dirigida a alunos do 10º ano, pois trabalham a biografia na disciplina de Português.
Foi uma comunicação que primou pelo rigor e pelo incentivo à honestidade intelectual dos jovens, ensinando-os a fazer citações, a documentar-se e a citar as fontes, a recusar os plágios. Um trabalho que revelou a paixão pelo saber e pela investigação tão próprios da ex-professora da Fernão, pioneira de projectos como os Grupos de Estudo, que há uns anos tinham como função exercitar e desenvolver a estrutura da língua portuguesa junto de alunos com dificuldades nessa área. Trabalho pioneiro que devemos à mentora Dr.ª Amélia Campos, quando as oficinas de escrita ainda não eram prática pedagógica corrente.
 
Filas de espera animadas
 
Igualmente no âmbito do projecto “Unidos pelos Livros”, no dia 25 de Novembro foi a vez de a professora de Economia e Sociologia Judite Barata regressar à escola para partilhar connosco a sua experiência com os livros.
A sessão, que contou com a presença de alunos do 12º ano, turma 6, do 11º ano, turma 5, e de alguns professores, teve lugar no auditório da escola e decorreu num ambiente informal e descontraído. Esse clima foi conseguido logo no início da sessão, já que a professora Judite Barata começou por tentar sondar os hábitos de leitura dos presentes na sala, procurando estabelecer uma pequena amostra que, desde logo, gerou o riso e a boa disposição, deixando as pessoas à vontade. A partir daí falou-nos das suas experiências com os livros, de como desenvolveu o gosto pela leitura e de como ela tem feito parte da sua vida ao longo dos anos, afirmando que os livros são seus companheiros de viagem e que podem até transformar uma fila de espera numa experiência agradável.
A sessão terminou com algumas leituras, feitas pelos alunos, de passagens de dois livros, de géneros muito diferentes, que a convidada seleccionou para esta sessão.
 
O projecto vai continuar, outros convidados virão conversar connosco sobre a leitura e sobre os livros. Esteja atento.
 
 Sandra Silva
Professora de Filosofia


publicado por aquiharatos às 16:09
Gosto de livros. Da textura, da cor, das linhas, dos parágrafos. De folhear, ler, parar, saborear. Gosto de livros. Gosto. Moro na Biblioteca da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto, em Almada, e ando à procura de outros ratos devoradores. Visita-me!
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
20

22
23
24
27
28

29
30


pesquisar neste blogue
 
blogs SAPO